Quinta-Feira, 25 de julho de 2024
Justiça no Interior

VITÓRIA DA CONQUISTA: Mulheres do loteamento Nova Esperança participam de roda de conversa sobre a Lei Maria da Penha

Foto: Reprodução/Secom-PMVC

Durante todo mês de agosto, a Prefeitura de Vitória da Conquista está realizando o Agosto Lilás, em comemoração aos 15 anos da Lei Maria da Penha. Como parte desta programação, na quarta-feira,18, as mulheres do loteamento Nova Esperança discutiram sobre a Lei durante uma roda de conversa promovida pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Pedrinhas, com a participação da Coordenação de Políticas para Mulheres. 

Na conversa, as participantes tiveram a oportunidade de falar sobre os tipos de violência, tirar dúvidas quanto às formas de denúncia e se informar sobre a rede de proteção à mulher.

A coordenadora de Políticas para Mulheres, Dayana Evelinne Andrade, falou sobre as formas de violência e como buscar os serviços para encerrar o ciclo de sofrimento. “Com a Lei Maria da Penha, as mulheres saíram do silêncio e já podem identificar agressão verbal, agressão física, destruição de objetos pessoais, confisco de cartão de banco, como violência passível de punição pela Lei”, esclareceu. 

Laís Gonçalves, 34 anos, moradora do loteamento há 15 anos, lembra que a violência contra mulher é algo comum na vida da comunidade e de difícil resolução por conta da dependência financeira. “Muitas mulheres sabem que tem como sair da situação, mas acabam ficando com seus maridos por conta da dependência financeira que é muito grande. Por isso, foi muito boa a vinda do Cras e do Cadastro Único que pode mostrar um caminho para as mulheres da comunidade saírem do ciclo de violência”, afirmou a moradora.

As informações são da Prefeitura de Vitória da Conquista 


COMPARTILHAR