Quinta-Feira, 25 de julho de 2024
Justiça no Interior

Imposto de Renda pode beneficiar crianças, adolescentes e idosos

Foto: Reprodução/Receita Federal

Até o dia 29 de abril o contribuinte brasileiro deve prestar contas ao leão. Segundo a Receita Federal, em 2022 34,1 milhões de brasileiros devem apresentar sua declaração. Até a segunda-feira, 28, foram entregues 8.368.480 declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física. Ao preencher sua Declaração, o contribuinte pode optar por destinar até 3% do imposto devido para os fundos da criança e do adolescente e até mais 3% para os fundos do idoso. 

Para destinar parte do seu Imposto de Renda diretamente na declaração, você precisa optar pela tributação por deduções legais, popularmente conhecida como declaração no modelo completo.

Primeiro preencha toda a sua declaração, inclusive a ficha “Doações efetuadas”, caso você tenha feito alguma destinação ao longo de 2021. Depois, vá à ficha “Doações Diretamente na Declaração” e escolha entre “Criança e Adolescente” ou “Idoso” e clique em “novo”.

Na tela que se abre, você já encontra a informação de quanto pode destinar para aquele tipo de fundo (“Criança e Adolescente” ou “Idoso”). Daí basta escolher para quais dos fundos cadastrados quer destinar e quanto e clicar em “OK”. Você pode dividir o valor disponível entre mais de um fundo ou destinar o valor total para apenas um.  

Se selecionou primeiro a opção “Criança e Adolescente”, lembre-se de que ainda pode destinar para os fundos do idoso, e vice-versa. Se tiver alguma dúvida durante o preenchimento, acesse o menu “Ajuda” do Programa Gerador da Declaração (PGD) clicando na tecla F1 do teclado do computador.

Depois de transmitir a declaração, é só imprimir o(s) Darf(s) e pagar até o último dia do prazo de entrega da declaração. Lembre-se que é gerado um Darf para cada fundo que você escolheu.

Se você apurou saldo de imposto a pagar, o valor total destinado será abatido do que você deveria pagar de imposto. Já se apurou saldo de imposto a restituir, o valor total destinado será somado à sua restituição e devolvido com atualização pela Taxa Selic em um dos lotes de restituição do IRPF 2022. Vale lembrar que sua declaração só terminará de ser processada quando o sistema da Receita Federal detectar que o Darf da destinação foi pago e que não há nenhuma outra pendência.

As informações são da Receita Federal


COMPARTILHAR