Quinta-Feira, 30 de maio de 2024
Justiça no Interior

DPE manifesta repúdio a abordagem policial truculenta contra advogados baianos

Foto: Reprodução/DPE-BA

Por: Justiça no Interior

A Defensoria Pública do Estado da Bahia emitiu nesta quinta-feira, 24, uma nota de repúdio a abordagem policia que os advogados Jacson Cupertino e Reinaldo Weber teriam sofrido na última sexta-feira, 18.

No relato, que foi noticiado em primeira mão pelo Justiça no Inteiror, Jacson Cupertino, presidente da OAB-Ilhéus, afirma que ele e o advogado Reinaldo Weber estavam retornando da cerimônia de posse da diretoria da OAB-Itapetinga, quando foram parados em uma blitz da PM Tático Operacional Rodoviário, nas proximidades do município de Itapé.

“Ao desembarcar do veículo, indaguei aos policiais se não iria verificar nossa documentação antes e estes, aos berros, nos mandaram calar a boca. Estranhei aquela abordagem com 4 fuzis apontados em nossas direções, mas logo percebi que era uma abordagem a dois homens negros”, afirma Cupertino.

Na nota, a DPE-BA afirma que “reconhece que o racismo é um dos problemas mais graves no Brasil e que sua existência deve ser enfrentada e não exime ninguém de ser responsabilizado. Aos colegas advogados, a Defensoria manifesta solidariedade e reforça a necessidade de investigação do caso para que, tanto o racismo quanto a violência policial, sejam combatidos”.


COMPARTILHAR