Quinta-Feira, 29 de maio de 2024
Justiça no Interior

Retorno da atividades presenciais do TRT5 incluirá mais duas jurisdições

Foto: Reprodução/TRT5

A presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT5-BA), desembargadora Dalila Andrade, editou a Portaria GP TRT5 nº 1081/2021, para inserir mais duas sedes da Justiça do Trabalho baiana na Fase Intermediária 1 de retomada das atividades presenciais a partir do próximo dia 23. Feira de Santana e Irecê poderão realizar audiências de forma presencial, preferencialmente para a colheita de prova oral, dentre outras medidas.

A inclusão dessas duas jurisdições trabalhistas somente foi possível em razão da recente divulgação dos dados epidemiológicos sobre a covid-19 pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, indicando uma melhora expressiva nas condições sanitárias e de atendimento à saúde, especialmente em relação à evolução de casos novos, número de óbitos, taxa de recuperação e ocupação hospitalar nas jurisdições trabalhistas. 

As jurisdições de Barreiras, Bom Jesus da Lapa e Guanambi não possuem, por ora, condições epidemiológicas de retomada das audiências presenciais.

Com os novos dados, o Tribunal realizou a atualização da base de informação, analisando cada uma das 31 jurisdições. Dessa forma, oTRT5 tem 97% das Varas do Trabalho com previsão de avanço de fase.

Segue abaixo o cronograma atualizado das jurisdições trabalhistas e datas em que avançarão para a fase intermediária I:

CRONOGRAMA ATUALIZADO DE AVANÇO PARA FASE 1

II – a partir de 16 de agosto:

1. Salvador;

2. Cruz das Almas;

3. Juazeiro;

4. Alagoinhas;

5. Conceição do Coité;

6. Euclides da Cunha;

7. Jacobina;

8. Paulo Afonso;

9. Porto Seguro; e

10. Santo Antônio de Jesus; e

III – a partir de 23 de agosto:

1. Feira de Santana

2. Irecê

As  jurisdições de Brumado, Camaçari, Candeias, Eunápolis, Ilhéus, Ipiaú, Itaberaba, Itabuna, Itapetinga, Jequié, Santo Amaro, Senhor do Bonfim, Simões Filho, Teixeira de Freitas, Valença e Vitória da Conquista avançaram de fase desde o dia 02 de agosto.

As informações são do Tribunal Regional do Trabalho 


COMPARTILHAR