Quinta-Feira, 29 de maio de 2024
Justiça no Interior

Operação Resguardo prende 267 envolvidos com violência doméstica e familiar

Foto: Reprodução/SSP-BA

Entre os dias 07 de fevereiro e 08 de março, a Polícia Civil da Bahia, por meio dos Departamentos de Polícia Metropolitana (Depom), de Polícia do Interior (Depin), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Coordenação de Polícia Interestadual (Polinter), realizou a prisão de 267 envolvidos com violência doméstica e familiar, além de outras ações, referentes à segunda fase da Operação Resguardo, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi).

Durante a operação, os Departamentos cumpriram ainda 31 mandados de prisão preventiva, cinco de temporária, além de 231 autuações em flagrante. Os crimes variam desde ameaças e lesões corporais, até estupro, feminicídios tentados e consumados. No mesmo período também foram solicitadas 983 medidas protetivas de urgência, instaurados 1401 inquéritos policiais e 904 foram concluídos e encaminhados para a Justiça. 

A Operação Resguardo contou com a parceria do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), responsável pelos canais de denúncias de violências – como o disque 180 e o Ligue 100.

A primeira edição da Operação Resguardo, realizada de janeiro a março de 2021, apurou 51.551 denúncias. Quase 190 mil vítimas foram atendidas, 1.431 solicitações de mandados de busca foram expedidas e mais de 10 mil pessoas presas.

As informações são da Secretaria de Segurança Pública da Bahia


COMPARTILHAR