Quinta-Feira, 30 de maio de 2024
Justiça no Interior

JEQUIÉ: Justiça decreta prisão de alvo da Operação Postal

Foto: Divulgação


A Justiça Federal decretou a prisão temporária de um alvo da Operação Postal. O mandado foi cumprido na manhã desta terça-feira, 25, em Jequié, sudoeste da Bahia, durante a segunda fase da Operação.

A ação tem o objetivo de desarticular um suposto esquema criminoso voltado a prática de furtos e desvios de objetos postais no Centro de Distribuição dos Correios (CDD) de Jequié.

Também foram cumpridos um mandado de busca e apreensão e um mandado de medidas cautelares diversas da prisão. Até o momento, a operação desvendou que houve desvios de mercadorias do CDD de Jequié, que ultrapassaram R$ 1 milhão.

Os fatos investigados teriam ocorrido somente nos anos de 2021 e 2022, e as mercadorias mais visadas eram eletrônicos, especialmente aparelhos celulares. Os objetos eram então revendidos no comércio da região como se tivessem procedência lícita. O CDD de Jequié é responsável pela distribuição de encomendas e postais de toda a região circunvizinha.

Com base nos trabalhos investigativos, a partir da deflagração da primeira fase da Operação Postal, a Polícia Federal descobriu que um empregado dos Correios era o principal responsável pelos desvios das encomendas revendidas na região.

A investigação revelou ainda que as entregas dessas mercadorias desviadas chegavam a ser realizadas com o próprio carro oficial das Correios, dentro do horário do expediente, e que o esquema, que antes se pensava ter acontecido apenas em 2021 e 2022, na verdade já vinha acontecendo há pelo menos seis anos, tendo sido mais intensificado no período da COVID-19.

Além dos mandados judiciais, foi determinado também o bloqueio judicial no importe de R$ 1.045.920,12 (um milhão, quarenta e cinco mil, novecentos e vinte reais e doze centavos) das contas e bens dos investigados e a proibição de o empregado dos Correios exercer suas funções públicas.


COMPARTILHAR