Quarta-Feira, 22 de maio de 2024
Justiça no Interior

JAGUAQUARA: Deam Itinerante estará na cidade nos dias 27 e 28 de setembro

Foto: Reprodução/Polícia Civil 

Nos dias 27 e 28 de setembro o projeto Deam Intinerante estará atendendo mulheres vítimas de violência em Jaguaquara. A ação, lançada neste mês, visa ajudar a Polícia Civil no combate à violência contra mulher e vai atender mulheres em diferentes municípios do interior do estado.

Na iniciativa, a Delegacia Móvel vai percorrer as cidades com uma equipe especializada. Registros de ocorrências, orientações, além de atividades integradas com os órgãos da rede de atendimento à mulher, disponíveis em cada cidade, serão realizadas durante as visitas.

Nesta primeira etapa do projeto, quatro cidades – Jaguaquara, Ipiaú, Itapetinga e Itambé – serão visitadas, porém, conforme a polícia, após avaliação, outros municípios devem ser contemplados pela iniciativa.

A delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Campos de Brito, destacou a importância do projeto. “Estamos realizando uma iniciativa inédita, que demonstra o engajamento da nossa Instituição na conscientização e repressão da violência doméstica em todo o estado. Com essa ação, pretendemos garantir que as mulheres de toda Bahia sintam-se assistidas pela Polícia Civil”. 

Conforme comentou o delegado Cristiano Mangueira, diretor adjunto do Depin, a atividade do Departamento será potencializada por meio desse projeto. “Com 15 Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher distribuídas pelo interior, além de quatro núcleos especializados que funcionam nas Coordenadorias de Irecê, Itapetinga, Santo Antônio de Jesus e Jacobina, a Deam Itinerante vai proporcionar atendimento à mulheres que muitas vezes não tem condições de realizar deslocamentos para outras cidades, dentre outros casos”, informou. 

Na primeira etapa do projeto, quatro cidades serão visitadas. Após avaliação, outros municípios devem ser contemplados pela iniciativa. “Já temos um planejamento elaborado para que a Deam Itinerante alcance o maior número de cidades”, acrescentou o delegado.

As informações são da Polícia Civil da Bahia 


COMPARTILHAR