Quarta-Feira, 22 de maio de 2024
Justiça no Interior

Daniela Borges toma posse como primeira mulher presidente da OAB-BA

Foto: Angelino de Jesus (OAB-BA)

No último sábado, 01, foi empossada a advogada Daniela Borges, como primeira presidente mulher da OAB-BA, junto à nova diretoria da seccional, em cerimônia realizada no auditório da subseção. O grupo que ficará à frente da instituição pelos próximos três anos é formado pela vice-presidente, Christianne Gurgel, pela secretária-geral, Esmeralda Oliveira, pelo secretário-geral adjunto, Ubirajara Ávila, e o tesoureiro, Hermes Hilarião.

Tomaram posse também Maurício Leahy e a nova diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados (CAAB). A posse solene do novo Conselho Seccional acontecerá no dia 20, no Centro de Convenções de Salvador. 

Bastante emocionada, Daniela disse que a posse da OAB-BA, com três mulheres na diretoria, acontece em um dia histórico. “Representamos muitas mulheres advogadas, que estão há muito tempo exercendo a advocacia em nosso estado. Isso se torna ainda mais simbólico, porque ocorre exatamente no ano em que OAB da Bahia completará 90 anos, dentro de um contexto de paridade de gênero com duas mulheres ocupando os cargos mais altos da entidade pela primeira vez na história nacional da Ordem“, disse.

Ainda sobre representatividade feminina, a presidente lembrou a emoção de defender a paridade de gênero no Colégio de Presidentes da OAB e ressaltou que a presença nos espaços de poder não pode ser apenas simbólica. “Precisa haver a participação efetiva das mulheres nesses espaços como fruto do seu trabalho e da importância que têm na construção da nossa vida em sociedade. As mulheres estão na advocacia, e é nossa obrigação garantir as condições para que aquelas que queiram possam ocupar os espaços, contribuindo para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária“, destacou.

Também no discurso, Daniela agradeceu o apoio dos ex-presidentes da OAB-BA Fabrício Castro e Luiz Viana, a quem chamou de porto e farol da advocacia baiana”, e disse que a nova gestão terá como lema: diversidade. “Representatividade importa e por isso teremos um conselho composto por advogadas e advogados negros, mulheres advogadas, jovens advogados e advocacia do interior. Nossa força virá dessa união, uma união de compartilhar sonhos e esperanças e unir forças para fazer as mudanças que a gente tanto quer e precisa“, pontuou.

A presidente encerrou o discurso dizendo que tem consciência que os desafios são muitos, mas que sua diretoria tem a garra e a coragem necessárias para transformar a advocacia. “Nos próximos três anos, vamos tornar realidade uma advocacia que tenha orgulho da profissão, até porque temos um papel decisivo na democracia. Sem a advocacia, não existe estado democrático de direito“, ressaltou.

O ex-presidente da seccional e atual conselheiro federal, Fabrício Castro, fez questão de agradecer a todos aqueles que estiveram ao seu lado e destacou que todo fim é um recomeço. “Hoje, encerramos nove anos de gestão, duas gestões de Luiz e uma minha, de um período histórico em que a OAB passou por muitas transformações. Eu tenho um orgulho enorme de tudo isso“, destacou.

Sobre as realizações, Fabrício disse que conseguiu colocar a OAB-BA no patamar que merecia, com uma gestão que transformou a realidade da advocacia baiana. “A sensação é de dever cumprido. Saio muito feliz com tudo que fizemos. Tenho certeza que esta também será uma gestão disruptiva e eclética, que representará todos os segmentos da advocacia baiana“, disse.

Na solenidade, também foi inaugurada a foto de Fabrício Castro na galeria de ex-presidentes da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Bahia. 

A nova diretoria da Caixa dos Advogados (CAAB) foi empossada na solenidade. Representando o grupo, o novo presidente da entidade, Maurício Leahy, agradeceu o apoio de todos e disse que a posse é histórica. “Estamos diante da primeira mulher eleita na OAB em 90 anos. Ela entra para a história da instituição em um processo eleitoral que também foi histórico. Paridade de gênero e cotas raciais já faziam parte da OAB da Bahia quando ainda não eram nem obrigatórias”, salientou.

Sobre a Caixa, ele disse que, exatamente na gestão de Daniela, retorna à entidade na condição de presidente e que, ao assumir o cargo, tem a difícil missão de suceder Luiz Coutinho, “melhor presidente que a Caixa já teve“. “Gratidão é dívida que não prescreve, por isso não posso deixar de reconhecer e agradecer a Coutinho pela confiança, amizade e vínculo afetivo“, afirmou.

Leahy também falou sobre as propostas para sua nova gestão. Ele disse que prestará apoio incondicional aos colegas, sobretudo para aqueles afetados pela covid e pelas fortes chuvas no extremo sul. “A seccional já está, inclusive, fazendo um mapeamento e, já no dia 3, sairá uma resolução da CAAB instituindo auxílio aos colegas afetados pelas chuvas“, informou.

Ainda entre as propostas, ele disse que investirá na digitalização da Caixa e humanização do atendimento à classe. “Tudo isso faz parte de uma construção coletiva, que não tem como meta ser melhor que ninguém, mas ser melhor do que ontem“, concluiu.

As informações são da OAB-BA


COMPARTILHAR