Quinta-Feira, 29 de maio de 2024
Justiça no Interior

Bahia é único estado do Nordeste com casos de imigrantes em trabalho escravo em 14 anos

Foto: Reprodução/Rede Brasil Atual

A Bahia é o único estado da Região Nordeste com casos de imigrantes ilegais em trabalho escravo nos últimos 14 anos. As informações são do “Fiquem Sabendo”, agência de dados especializada no acesso à informações públicas. Entre 2006 e 2020, pelo menos 860 estrangeiros foram resgatados de trabalho escravo no Brasil. 

Segundo os dados obtidos pela Lei de Acesso à Informação, junto ao Ministério da Economia, em uma só operação feita pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego na Bahia, no período 18/04/2019 a 22/05/2019, foram resgatados nove venezuelanos trabalhando em um Parque de diversões, em Itabuna, no sul do estado.

No Brasil chegaram pessoas de 11 países para viver em condições análogas à escravidão. Bolivianos foram os estrangeiros que mais vivenciaram esse tipo de situação. Ao menos 405 trabalhadores da Bolívia estavam nessa condição no Brasil. Em seguida, aparecem paraguaios (169) e haitianos (141).

Os estrangeiros foram resgatados em 12 unidades da federação, nas cinco regiões do Brasil. Seis em cada 10 pessoas escravizadas estavam no estado de São Paulo. A capital paulista foi a cidade com o maior número de resgates: 377. Em seguida, vem o município de Conceição do Mato Dentro, no interior de Minas Gerais, onde 100 haitianos trabalhavam em condições desumanas na construção civil. 

As informações são do Bahia Notícias 


COMPARTILHAR